Justiça mantém cobrança no pedágio da Castello Branco

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Sérgio Nigro Conceição, suspendeu nesta sexta-feira a decisão de proibir a cobrança de pedágio na marginal da rodovia Castello Branco, que dá acesso aos condomínios de luxo de Alphaville. Ele acolheu recurso da concessionário Via Oeste, contra a sentença do juiz da 12ª Vara da Fazenda Pública, João André de Vincenzo, que proibia a cobrança a partir da zero hora deste sábado.Nigro não analisou o mérito da questão. A execução da sentença foi suspensa apenas em acolhimento à argumentação de que, se executada, traria dano irreparável à economia e à administração pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.