Justiça nega pedido de prisão preventiva de tenente

A Justiça Militar do Rio Grande do Sul negou pedido de prisão preventiva do tenente Paulo Sérgio de Souza. Ele matou um tenista de 16 anos durante uma blitz policial há oito dias em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre. A decisão foi tomada no final da manhã pela juíza Maria Emília Moura da Silva. Ela disse que o inquérito não tem dados suficientes e também que o tenente não oferece riscos para a sociedade.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2001 | 14h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.