Justiça proíbe outdoor da revista Veja com Alckmin na capa

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deu, nesta terça-feira, prazo de 24 horas para que a revista Veja retire outdoors com propaganda do exemplar desta semana que tem na capa o candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin.A maioria dos ministros entendeu que a divulgação do material poderia favorecer a candidatura de Alckmin. A legislação eleitoral proíbe a propaganda por meio de outdoor. A decisão do TSE foi tomada a pedido da coligação A Força do Povo (PT/PCdoB/PRB), que apóia a candidatura à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A alegação é de que a publicidade "promove o candidato e burla a proibição de uso de outdoors na propaganda eleitoral".Na capa da Veja exposta no outdoor, havia uma foto de Alckmin com o título "O Desafiante". Em seguida, era veiculado o seguinte texto: "Geraldo Alckmin teve 40 milhões de votos no primeiro turno. Agora ele é uma ameaça real à reeleição do presidente Lula. Como funcionaria a economia com Alckmin eleito." Em tese, cabe recurso contra a decisão que determinou a retirada dos outdoors.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.