Justiça recebe quinto pedido de liberdade a favor de Bruno em 24 horas

Segundo o Tribunal de Justiça, pedido foi feito por um cidadão comum, e não por um advogado

Julia Baptista, do estadão.com.br

22 de julho de 2010 | 19h34

SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de Minas Gerais informou que recebeu na tarde desta quinta-feira, 22, mais um pedido de liberdade em favor de Bruno Fernandes, preso temporariamente na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), suspeito de participar dos supostos desaparecimento e morte da ex-amante Eliza Samudio.

 

Veja também:

linkVídeo de Bruno em avião foi feito por investigador, diz polícia

linkMacarrão não sofreu agressão da polícia, indica laudo

linkDivulgação de vídeo derruba duas delegadas

linkAdvogado de Bruno acredita que Eliza está viva

 

A assessoria de imprensa do TJ-MG disse que não foi um advogado quem assinou o pedido, mas um cidadão, cujo nome não foi divulgado. O desembargador Doorgal Andrada, da 4ª Câmara Criminal, deve julgar, entre a noite de hoje e amanhã, este pedido e um outro feito nesta quarta-feira, já que é uma medida em caráter de urgência.

 

Entre ontem e hoje, outros três pedidos de liberdade já haviam sido impetrados em nome de Bruno Fernandes. De acordo com a assessoria do TJ, dois foram arquivados e um negado.

 

O desembargador já havia negado outros dois pedidos de habeas corpus a favor de Bruno, na quinta-feira, 15.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.