Justiça suspende processo contra bombeiros do Rio

Suspensão vale enquanto projeto de lei de anistia criminal tramitar no Congresso

estadão.com.br,

20 Julho 2011 | 13h38

RIO - A desembargadora da 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), Rosita de Oliveira Netto, suspendeu o processo contra os 429 bombeiros e dois PMs denunciados após a invasão do Quartel Central, em 3 de junho. Segundo a decisão, a suspensão vale enquanto o projeto de lei de anistia criminal para os militares tramitar no Congresso, que está em recesso.

 

Os militares foram denunciados pelos crimes de motim, dano em material ou aparelhamento de guerra, dano em aparelhos e instalações de aviação e navais, e em estabelecimentos militares. A anistia administrativa foi sancionada em 29 de junho pelo governador Sérgio Cabral (PMDB).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.