Kassab adia de novo conclusão do Expresso Tiradentes

Após a suspensão das licitações para a construção da maior parte do corredor de ônibus Expresso Tiradentes, o antigo Fura-Fila, a Prefeitura de São Paulo afirma estar refazendo os projetos. Ontem, a administração Gilberto Kassab (DEM) novamente falou em terminar a obra até o "fim da gestão", em 2012. Em 2006, o democrata também havia previsto a conclusão até o fim de seu primeiro mandato, em 2008. O projeto já está em seu 11º ano e quarto prefeito."Retiramos as licitações dos trechos 4 e 5 para refazer o projeto e para diminuir ainda mais o número de interferências", disse ontem o secretário de Transportes, Alexandre de Moraes. As interferências são locais, à exceção dos pontos, onde os ônibus têm de parar, como semáforos, por exemplo. A ideia de Kassab é que não haja mais interrupções. "Nos próximos dias vamos apresentar o novo projeto para o prefeito, para voltar a lançar o edital de licitação. Pretendemos até o fim da gestão completar os dois trechos", afirmou Moraes.Os trechos 4 e 5 ficam na zona leste. O primeiro tem 12 km, sairá da região do viaduto da Avenida Salim Farah Maluf e irá até o Terminal São Mateus. Em outubro, essa licitação foi suspensa pela própria SPTrans, responsável pelo Expresso. À época, a empresa dava como motivo uma reavaliação "técnica", por causa da construção de piscinões na região da Avenida Professor Luis Inácio de Anhaia Melo.Já a licitação do trecho 5, com 9 km, que ligará o Terminal de São Mateus ao Terminal Cidade de Tiradentes, está suspensa desde setembro. Nesse caso, a determinação foi do Tribunal de Contas do Município (TCM). Uma empresa interessada na contratação fez uma representação, a SPTrans foi chamada a prestar esclarecimentos e o caso segue sem solução.A Prefeitura entregou nesta quarta-feira, com atraso, o trecho 3, que começa a operar comercialmente hoje. Com 2,8 km, ele estava previsto para ficar pronto em maio de 2008. Entretanto, em março de 2008, uma estrutura de cerca de 800 toneladas da obra tombou lentamente até encostar no Viaduto Grande São Paulo. "A empresa responsável foi multada em R$ 300 mil", disse o secretário de Transportes. Além da Estação Dianópolis, no trecho 3, Kassab inaugurou ontem a Estação Alberto Lion, do trecho 2.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.