Kassab agora admite culpa por enchente

''Foi mesmo uma falha, ninguém esperava essa chuva'', diz prefeito

Diego Zanchetta, O Estadao de S.Paulo

12 de setembro de 2009 | 00h00

Depois de ter culpado a gestão do PT da ex-prefeita Marta Suplicy (2001-2004) pela enchente que gerou caos na cidade na terça-feira, afirmando que a gestão anterior havia deixado de investir na área por quatro anos, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) admitiu ontem pela manhã que houve uma falha no sistema de emergência do governo. Ao dizer que a chuva forte foi fora de época, lembrou que a população não tomou as medidas que costuma adotar no período do verão e foi pega de surpresa.

"A Prefeitura também (foi pega de surpresa). Foi mesmo uma falha, ninguém esperava essa chuva. Quando fazemos alertas para as pessoas não deixarem o lixo nas ruas, na iminência de um temporal, os riscos diminuem de inundações. Foi uma falha", admitiu o prefeito pela manhã, ao vistoriar a retirada de entulhos de um terreno na Vila Prudente, zona leste.

"Nessa semana, não tivemos essa oportunidade (de fazer os alertas sobre o lixo), não estávamos atentos a isso, e é até, acho, uma falha da própria Prefeitura, do nosso sistema de emergência, da nossa estrutura de comunicação, que agora está atenta, que podemos ter, a qualquer momento, uma chuva dessa intensidade", disse Kassab.

Nesta semana, o governador José Serra (PSDB) chegou a culpar a natureza pelo transbordamento do Rio Tietê, após quatro anos.

"As chuvas dessa semana foram totalmente atípicas", completou o prefeito.

IRONIA

Ex-secretário de Coordenação de Subprefeituras da gestão petista, o vereador Antonio Donato (PT) ironizou o mea-culpa do prefeito.

"O Kassab percebe a culpa três dias depois e assume agora que está no governo cinco anos depois. Muito engraçado se a maior prejudicada não fosse a população de mais de 11 milhões de habitantes que sofre a cada enchente e com a sujeira espalhada pelas calçadas dos quatro cantos da cidade", atacou o parlamentar petista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.