Kassab culpa antecessores por caos no trânsito

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), criticou as gestões anteriores por não investirem em medidas de longo prazo para solucionar os problemas de trânsito na capital e afirmou que sua gestão já tem ações de curto prazo previstas. "Eu cito a renovação dos semáforos, que deixarão de ser eletromecânicos para serem eletrônicos, com atualização em tempo real. Assim, o tempo de sinalização será compatível com a intensidade do trânsito naquela rua." Essa troca, porém, já é prometida desde o início da gestão Serra-Kassab e está longe de terminar. Segundo a CET, em 2007 foram comprados 400 equipamentos que ainda estão em fase de instalação. A intenção é trocar pelo menos 1.600 controladores, que são responsáveis pela programação de 4.300 semáforos. E parte dos 1.200 semáforos inteligentes deve ser recuperada."Por falta de investimentos nas últimas décadas é que acontece a intensidade no trânsito que vivemos no dia de hoje (ontem)", disse Kassab. Ele ressaltou que a cidade não poderia ter ficado tanto tempo sem investir em medidas de longo prazo, como em metrô. "Os prefeitos lavaram as mãos. Se isso não é prioridade em termos de obra de infra-estrutura, eu não sei o que é", criticou.

Camilla Rigi, O Estadao de S.Paulo

05 de março de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.