Kassab diz que motorista não terá gastos com chips

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, assegurou nesta sexta-feira, 24, que os paulistanos não terão custos com a implantação dos chips que deverão ser instalados em todos os veículos do País em até cinco anos. "O custo para o usuário será zero porque serão feitas parceiras que serão responsabilizadas pela implantação", explicou Kassab, acrescentando que o modelo da parceria ainda não está definido.O uso da placas eletrônicas foi determinado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) nesta quarta-feira. Além de auxiliar o controle de tráfego na cidade, é inibir ações como roubo e furto de veículos e falta de pagamento de impostos. Atualmente, 350 mil carros são roubado por ano no Brasil e 30% da frota é irregular. Com o novo método, as autoridades pretendem diminuir esses índice. A medida deve ser totalmente implantada no prazo de cinco anos. A prefeitura também não soube estimar a quantidade de recursos que serão gastos para a implantação do novo sistema e anunciou que pretende aumentar a arrecadação, porém não precisou valores. "Todos os estudos desenvolvidos é que a Receita da cidade de São Paulo aumentará porque você vai melhorar a qualidade da fiscalização, então, menos pessoas deixarão de pagar o seu IPVA. Portanto, essa preocupação por parte da prefeitura não existe. Entre receitas e despesas, as receitas aumentarão muito mais". A prefeitura pretende terminar o processo em até dois anos. De acordo com a determinação federal, o Estado tem um ano e meio para começar o processo e até quatro anos para concluir. Apesar da determinação do Contran não ser específica em relação aos custos para os motoristas, o ministro das Cidades, Márcio Fortes, e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) asseguraram que os motoristas e condutores de todas as cidades do País não terão gastos com a implantação desses chips.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.