Kassab diz que serviço é de qualidade e será mantido

Mesmo sob suspeita, a terceirização da merenda escolar na rede municipal de ensino vai continuar a ser adotada, até mesmo nas 30 escolas novas que a Prefeitura vai entregar no início do ano letivo. Atualmente, cerca de 80% das 1.410 escolas da rede usam o modelo. Em entrevista coletiva ontem, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) defendeu a terceirização da merenda. "As informações de pais, professores e alunos apontam que a qualidade da merenda é satisfatória", disse. "A fiscalização, por parte da Secretaria da Educação, tem sido rigorosa, e os problemas pontuais serão apurados." Ele disse ainda que "a Prefeitura será parceira na apuração das denúncias para que o Ministério Público investigue esse suposto cartel". O secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, que responde pelo Departamento de Merenda Escolar, anunciou uma auditoria permanente da merenda. "O prefeito me recomendou procurar a USP e a Unifesp para que façam avaliação externa permanente da merenda, direta e terceirizada"

Fábio Mazzitelli e Vitor Hugo Brandalise, O Estadao de S.Paulo

06 Fevereiro 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.