Kassab e Tarso assinam convênio do Pronasci

A Prefeitura de São Paulo poderá receber, a partir de março de 2008, verba do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Segundo o ministro da Justiça, Tarso Genro o programa tem orçamento de R$ 600 milhões para a Bolsa Formação (policiais militares e civis, bombeiros entre outros), e R$ 820 milhões para os projetos das prefeituras. "São Paulo não só tem uma organização competente como a estrutura adequada para receber o Pronasci", disse Genro. "As regiões metropolitanas de Porto Alegre, São Paulo, Rio e Brasília serão referência para o País." O ministro explicou que mesmo os projetos em execução podem receber verbas do Pronasci. O prefeito da capital, Gilberto Kassab, e os prefeitos José Di Fillipe (Diadema), Elói Pietá (Guarulhos), João Avamileno (Santo André) e Evilásio Farias (Taboão da Serra) assinaram ontem o convênio, na sede da Prefeitura paulistana. "Vamos aplicar a verba do Pronasci em ações de prevenção de violência e ampliar a instalação de câmeras de vigilância na capital", afirmou Kassab.

Alexandra Penhalver, O Estadao de S.Paulo

11 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.