Kassab repassa mais verba para vans e viações

A gestão Kassab voltou a elevar os subsídios pagos às viações e às cooperativas de perueiros de São Paulo. Por meio de um decreto assinado na sexta-feira e publicado no Diário Oficial de sábado, o prefeito transfere do superávit financeiro R$ 76,05 milhões para as "compensações tarifárias". No dia 11 de maio, as viações e cooperativas já haviam recebido os R$ 50 milhões mensais previstos para o setor.Em nota divulgada às 20h30, a Secretaria Municipal de Transportes informou que, da suplementação de R$ 76 milhões feitas à rubrica "compensações tarifárias", R$ 25 milhões serão investidos no pagamento pela renovação da frota, suspenso desde janeiro - em 2008, o repasse para a renovação da frota, que não fazia parte dessa rubrica, chegou a R$ 304 milhões. "Com isso, o pagamento de renovação de frota está sendo realizado sem que seja ultrapassado o limite de R$ 50 milhões por mês de compensação tarifária, sendo que o restante vem sendo redistribuído para os próximos 48 meses de gestão." A nota, no entanto, não respondeu pergunta da reportagem sobre o uso dos outros R$ 50 milhões remanejados para a "compensações tarifárias".Com essa movimentação, as compensações tarifárias ficaram com 27% do remanejamento de verbas - maior valor individual. No total, Kassab movimentou R$ 282,95 milhões. Desse total, R$ 238,94 milhões são do superávit financeiro e o restante, de projetos habitacionais para as áreas das Operações Urbanas Água Espraiada e Faria Lima.Neste ano, a Prefeitura já pagou R$ 258 milhões às operadoras do sistema de ônibus. No ano passado, quando Kassab se reelegeu, a conta ficou em R$ 660 milhões. O prefeito promete não ultrapassar os R$ 600 milhões até dezembro - quando termina sua promessa de não reajustar a tarifa. Em 1º de janeiro, haverá aumento, segundo o secretário municipal de Transportes, Alexandre de Moraes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.