Kassab vê fragilidades no PSDB em São Paulo

AGÊNCIA ESTADO

Wellington Bahnemann, O Estado de S.Paulo

14 Agosto 2011 | 00h00

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, afirmou ontem que o PT tem mais condições do que o PSDB de vencer as eleições municipais de 2012 na capital paulista. "Eu não vejo o PSDB preparando uma candidatura com conhecimento da cidade e conhecimento de gestão", disse. "O PT vem de duas administrações (Luiza Erundina e Marta Suplicy), tem uma base eleitoral que elegeu a presidente Dilma e tem o Lula como cabo eleitoral. Acredito que é um adversário forte. Mas vamos mostrar que a nossa administração foi melhor do que a deles."

Kassab afirmou que não há informações indicando a possibilidade de o ex-governador José Serra ou o senador Aloysio Nunes serem candidatos pelo PSDB. "Se fossem, teriam o nosso apoio", disse.

O prefeito, que foi escolhido presidente do PSD após convenção que elegeu o diretório e a executiva nacionais, afirmou que o partido cumpriu as últimas etapas necessárias para o pedido ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de registro definitivo da legenda. Segundo ele, 500 mil assinaturas de apoio certificadas por cartórios eleitorais serão enviadas ao TSE até sexta-feira.

Na avaliação de Kassab, a criação do PSD será alvo de contestação dos outros partidos até o último momento. "Eles vão tentar, porque, no fundo, o que eles querem fazer é terrorismo midiático. A mídia inocente tem dificuldade em consultar advogados para entender que é tudo balela o que eles estão falando".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.