Kirchner pode participar de comício de Lula, diz jornal

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva realizaria um evento público no Brasil ao lado do presidente argentino, Néstor Kirchner, que daria apoio à reeleição do "amigo" brasileiro. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 11, pelo jornal econômico Ámbito Financiero, que indicou que a idéia é a de realizar um evento com impacto político, possivelmente de tom cultural, onde Lula possa exibir o apoio do principal aliado político e comercial do Brasil na região. O evento poderia ser realizado em setembro.Segundo o jornal, essa proposta foi transmitida por Marco Aurélio Garcia, assessor do presidente Lula para assuntos internacionais, ao chanceler argentino Jorge Taiana. Oficialmente, o governo argentino não se pronuncia sobre o assunto.A vinda de Kirchner ao Brasil implicaria em uma mudança de planos, já que o projeto original, era levar Lula à Buenos Aires, para participar de um grande comício. Os assessores de Kirchner ambicionavam levar pelo menos 25 mil pessoas para gritar freneticamente "Viva Lula!".A idéia do comício em terras argentinas foi apresentada ao Secretário-Geral Nacional do PT, Raúl Pont, que visitou Buenos Aires há duas semanas.MercosulNas fileiras kirchneristas, mais além dos conflitos comerciais e políticos que abalaram as relações entre Kirchner e Lula entre o início de 2004 e meados de 2005, considera-se que o hipotético desembarque do candidato Geraldo Alckmin (PSDB) no Planalto implicaria no fim do Mercosul. Os analistas sustentam que evento que reúna Lula com Kirchner teria proveito para ambos os lados. No caso de Lula, seria o mostrar-se ao lado do principal aliado político regional, como forma de contrapeso ao crescente protagonismo do venezuelano Chávez. Para Kirchner, é conveniente aparecer nas fotografias ao lado de Lula, já que ele possui boa imagem entre os argentinos e é visto como um "moderado", longe do "radical" presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.