AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Krav magá, defesa pessoal com toque israelense

Krav magá. Com um nome estranho aos ouvidos do brasileiro, essa técnica de defesa pessoal israelense vem despertando o interesse de pessoas de várias idades. Criada na década de 1940 por Imi Lichtenfeld, a luta, que chegou por aqui apenas em 1991, é utilizada por polícias de todo o mundo (incluindo a SWAT de vários Estados americanos) e pelo exército de Israel. Fora do mundo da polícia, a modalidade atrai desde jovens curiosos até executivos interessados numa atividade esportiva. A médica Maria Isabela Alves, de 31 anos, por exemplo, começou a praticar krav magá "porque precisava de uma atividade que desestressasse".Já o dentista João Vitonti, de 46 anos, se sentiu atraído pela luta após ver uma apresentação em um programa de televisão. "A primeira vez que eu vi falei ´poxa, que interessante, não precisa nem de físico nem de força´." Ele acrescenta que seu preparo físico e sua autoconfiança aumentaram desde que começou a praticar. "A gente se sente bem para desempenhar outras funções durante a vida", completa.TreinosPor ser uma técnica de defesa pessoal, e não uma arte marcial, a luta não tem golpes complexos, projeções (os katas e katis) ou campeonatos. "No krav magá não há competições, não tem medalha", afirma o israelense Avigdor Zalmon, de 41 anos, instrutor do Centro Paulista de Krav Magá.Os treinos de krav magá se parecem muito com os de artes marciais. No início, os alunos e o instrutor fazem uma saudação e, em seguida, começam um aquecimento - corridas em círculo, abdominais, flexões de braço, entre outros exercícios.Na seqüência, o treinador fala quais golpes devem ser praticados e os alunos os aplicam, na maioria das vezes em dupla. Depois de muitas repetições, novamente o instrutor e os alunos fazem uma reverência e finalizam o treino.Sem preconceitoSegundo Zalmon, não há nenhum pré-requisito ou restrição para quem quer treinar. Por ter como base golpes de fácil aplicação, idosos, mulheres, crianças e até pessoas acima do peso não têm muitas dificuldades em treinar. "Temos alunos de todas as idades", afirma Zalmon.Mesmo sendo uma técnica israelense, alunos árabes são bem vindos ao Centro. "O krav magá não é político. Não temos nenhuma restrição. Quando entramos no tatame não tem importância a raça, a preferência sexual ou a religião. Aqui todo mundo é igual, e se o aluno for de ascendência árabe não temos problema algum com isso", assegura o instrutor.Para André Tibiriçá, de 16 anos, o iniciante no krav magá "tem que ter disciplina" e treinar muito, pois "o aprendizado é longo". Já a médica Maria Isabela Alves aconselha: "O iniciante tem que vir fazer a primeira aula de peito aberto, sem preconceito, pois vai adorar." Defesa pessoalZalmon afirma que a principal meta do krav magá é ensinar às pessoas como se defender de uma agressão. "A gente treina para um dia reagir na rua e voltar inteiro para casa... o maior troféu que a gente vai ganhar um dia na vida talvez seja a própria vida que a gente vai salvar na rua".Ele ressalta, no entanto, que os alunos devem agir com moderação. "Os alunos menos graduados são orientados a reagir sempre de acordo com a capacidade técnica e, obviamente, de acordo com a situação. Se o aluno sabe que sua reação só vai pôr sua vida em risco, ele deve saber que não deve reagir."Onde TreinarSão Paulo: CapitalCentro Paulista de krav magá - Perdizes, 3871-1333 Academia Fittipaldi - Moema, 5051-1646 ou 5051-6269 Academia Eldorado - Shopping Eldorado - Pinheiros, 3814-8667 ou 3814-5017 Beit Menachem - Alto de Pinheiros, 3812-6216 Academia G-7 - Tatuapé, 6191-3502 Academia Vita Sports - Santana, 6973-1413Outras cidadesAcademia Atlantis - em Campinas, (19) 3254-7133 Centro Israelita Moria - em Sorocaba, (15) 3213-5188 Rio de Janeiro:Centro de Treinamento Sulamericano - Botafogo,(21) 2226-3807 ou (21) 2286-9754 Centro de krav magá da Barra - Barra da Tijuca, (21) 2495-3106 ou (21) 2495-9397 Academia Centro de krav magá Copacabana - Copacabana, (21)2236-5596 Academia Body Up - Centro, (21) 2221-9778 ou (21) 2221-9692 Academia Exercity - Centro, (21) 2516-5006 Body Factory - Flamengo, (21) 2205-2594 ou (21) 2225-4797 Belo Horizonte:União Israelita de Belo Horizonte - Centro, (31) 3213-7759 Academia Wall Street Fitness - Lourdes, (31) 3335-7227 Academia Natureza do Corpo - Mangabeiras, (31) 3287-6468 Escola Theodor Herzel - Serra, (31) 3281-1588Brasília:Academia Self Defense Centro de krav magá e Artes Marciais - Asa Norte, (61) 3326-3344 Academia CECAF - Águas Claras, (61) 3435-4005 Academia Healthy Way - Grande Colorado, (61) 3595-1902 Academia Body Factory - Guará 1, (61) 3382-8985Curitiba:Academia Atletic Welness - Água Verde, (41) 342-8080 Academia Gustavo Borges - Champagnat, (41) 339-9600Florianópolis:Academia Evolução - Centro, (48) 3324-0388 Academia Body Island - Trindade, (48) 3233-0233Salvador:Academia de krav magá - Boca do Rio, (71) 3494-9668

Agencia Estado,

05 de maio de 2006 | 10h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.