Ladrão de apartamentos de luxo é preso em Londrina

Rui Clementino da Silva Filho, foragido do presídio de Franco da Rocha, em São Paulo, um dos mais procurados ladrões de apartamentos de luxo do Brasil e suspeito de pertencer à quadrilha "Mauricinhos do Botafogo", do Rio de Janeiro, foi preso em Londrina pelo delegado-chefe da 10ª. Subdivisão Policial, Sérgio Luiz Barroso, que estava á sua procura desde 2003. Naquele ano, Silva Filho, 42 anos, roubou cerca de R$ 1 milhão em Londrina e foi filmado pela câmara de segurança de um dos edifícios roubados por ele.Silva Filho foi traído por seu hábito de se hospedar confortavelmente antes de praticar os assaltos. Ele almoçava no restaurante de um hotel quatro estrelas na segunda-feira, 10, quando foi reconhecido pelo delegado Barroso, que também almoçava naquele local.Segundo o delegado, Silva Filho havia usado o nome falso de Marcelo Jorge de Paula e levava uma carteira de motorista em nome de Rubim Alberto Leite. Ele também tinha um crachá que o apresentava como assessor econômico da TAM. O assaltante viajou de avião, como sempre faz, de acordo com o policial, e deveria deixar o hotel na sexta-feira. Silva Filho estaria planejando assaltos na cidades, desconfia o delegado.O ladrão, segundo Barroso, tem o comportamento padrão de procurar imobiliárias dizendo-se interessado em adquirir um apartamento de alto padrão, visitar o prédio em companhia do corretor, apresentar-se ao porteiro e depois voltar sozinho para praticar os assaltos, alegando que gostaria de visitar mais uma vez o imóvel que lhe foi apresentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.