Ladrão é preso por assaltar e matar comerciante

Depois de assaltar e levar R$ 125 do vendedorde colchões Arnaldo Silva Aguiar, de 41 anos, o ladrão Renato Pereira da Silva, de 19, deu-lhe as costas. A vítima tentou reagir, mas o assaltante disparou sua arma atingindo-a com dois tiros na cabeça. O comerciante morreu e o homicida foi preso, pouco depois, sob uma cama, na casa de um amigo.O crime ocorreu no município de Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana da Capital. Aguiar tinha uma caminhonete que usava para vender colchõespelas ruas do município e nas cidades vizinhas. No final da tarde de terça-feira, estava na Rua Arnaldo Francisco do Prado, no Jardim Odete, quando foi abordado pelo criminoso. Aproveitando o que imaginou ser um instante de distração domarginal, chegou a segurar no cano da arma, que disparou acertando-o na cabeça.O delegado Valdecir Botelho Júnior, de plantão na delegacia local, recebeu um telefonema anônimo informando que o autor do latrocínio havia se escondido numa casa da rua Rosa, no mesmo bairro, pertencente a um amigo de prenome Edson. Ele estava escondido debaixo da cama e, levado à delegacia foi autuado em flagrante.Quando os policiais chegaram à casa, havia alguns curiosos em frente. Um deles, Marco Antonio dos Santos, chamou-lhes a atenção e, quando pesquisaram sua vida pregressa, descobriramque era procurado por tentativa de homicídio. Levado à delegacia de Itaquá, serviu de testemunha contra Renato e, depois, tambémfoi recolhido à carceragem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.