Ladrão pede resgate por seqüestro de celular

Uma espécie de "seqüestro" de um celular foi a forma que o ladrão Rodrigo Pereira de Souza, de 24 anos, encontrou para extorquir dinheiro de um estudante de 22 anos, de quem havia roubado o aparelho, um veículo e certa quantia em dinheiro, no Butantã, na zona oeste de São Paulo. Souza e dois amigos foram presos, nesta quinta-feira à noite, quando tentavam receber o resgate do celular.O estudante estava chegando à casa de um amigo, na Rua Otávio Pereira Rosa, quando foi abordado pelo ladrão. O criminoso exigiu as chaves do seu Corsa, a carteira e o celular. Surpreso, pouco depois, a vítima recebeu em casa um telefonema de Souza exigindo a quantia de R$ 200,00 para devolver o aparelho. Feita a negociação, ficou combinado que o dinheiro seria entregue na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, também no Butantã.Antes de cumprir o acordo, o estudante foi contatado por policiais da 1ª Companhia do 33º Batalhão da Polícia Militar, de Carapicuíba, na Grande São Paulo, que haviam encontrado o Corsa abandonado na Vila Santa Brígida, naquele município. Algumas peças tinham sido retiradas e colocadas em outro carro do mesmo modelo.O estudante contou o que havia combinado com o assaltante e os policiais seguiram para o ponto de encontro, para surpreender o criminoso. Rodrigo seguiu para lá acompanhado de Eduardo da Silva Farias, de 23 anos, e de Anderson Soares Silva, de 19, que, segundo a polícia, são seus comparsas.Quando iam receber o resgate, receberam voz de prisão. No 93º Distrito Policial do Jaguaré, foram autuados em flagrante por roubo e tentativa de extorsão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.