Ladrão rouba carro e depois telefona para devolver o bebê

Em pânico, o ladrão telefonou à polícia, hoje, para dizer que, sem querer, havia seqüestrado um bebê. Ele não notara que havia uma criança no banco de trás do carro roubado. Um pouco antes, os pais de Chelsea Andress, de 18 meses, haviam chamado a polícia dizendo que sua filha havia sido levada de casa. Eles também não haviam se dado conta que ela estava no carro.Sem nenhuma crítica aos pais distraídos, o porta-voz da polícia de Brisbane, no leste da Austrália, contou o caso aos jornalistas. A começar pela história do ladrão.?Ele ligou para dizer que não havia percebido que havia um bebê no banco traseiro e queria deixar a criança em algum lugar que a polícia pudesse encontrar?, disse.O assaltante livrou-se do carro e de Chelsea num posto de gasolina antes de fugir. Os pais, Tracey e David Andress, reencontraram a filha logo a seguir e disseram que ela estava muito brava com o acontecido. ?Ela ficou bastante mal-humorado por ter ficado sentada no carro por tanto tempo?, disse David.

Agencia Estado,

21 de maio de 2004 | 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.