Ladrões de automóvel matam bancário na zona leste

O bancário Agnaldo Rosa de Negreiros, de 46 anos, foi morto a tiros por volta das 21 horas de quinta-feira, 12, ao supostamente reagir a um assalto na Rua Américo Sugai, em Vila Jacuí, na zona leste de São Paulo. A vítima, que saía da casa do irmão, já havia entrado em seu carro quando foi abordada por criminosos. O bancário teria reagido ou discutido com os assaltantes, que atiraram e levaram o carro. Rosa morreu no local e até as 5h30 desta sexta-feira, 13, o veículo ainda não havia sido encontrado. A sobrinha do bancário, em depoimento ao delegado Rodrigo Pimentel Bortoletto, disse que pela janela testemunhou parte do ocorrido e acabou reconhecendo Tiago Teixeira dos Santos, de 19 anos, como sendo um dos criminosos envolvidos no latrocínio. O rapaz, junto com outros dois suspeitos, foi detido por policiais militares minutos após o roubo em uma rua próxima. Um deles estava em uma bicicleta. Tiago foi indiciado por homicídio, mas os outros dois suspeitos, de 20 e 21 anos, serão liberados, mas não deixarão de serem investigados em inquérito policial.

Agencia Estado,

13 Abril 2007 | 08h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.