Ladrões fazem reféns em convento no Recife

Seis homens armados e encapuzados invadiram hoje nesta terça-feira um dos mais tradicionais cartões postais do Recife, o convento de São Félix de Cantalice, localizado no bairro do Pina, zona sul da cidade. Um frade, a cozinheira, o recepcionista e um casal de visitantes foram feitos reféns durante meia hora. A Polícia foi acionada por vizinhos e os assaltantes fugiram pulando um muro do quintal do convento, levando apenas uma quantia não revelada de dinheiro do casal de turistas. Um adolescente foi detido pela Polícia Civil, acusado de participar da ação. De acordo com informações da Arquidiocese de Olinda e Recife, 24 frades capuchinhos moram no local e apenas dois deles não estavam no local no momento do assalto. Segundo o vigilante do convento, Alexandro Garcia do Vale, a ação demorou a ser percebida porque ele estava fazendo a ronda em uma área distante do local onde os assaltantes estavam. Em depoimento à Polícia Civil, testemunhas afirmaram que os homens entraram no prédio pulando um portão localizado nos fundos da construção, numa área de acesso restrito aos frades. Irritados com o alto índice de violência no bairro, os capuchinhos denunciaram que o convento sofreu outros dois assaltos desde o último mês de dezembro. Em 2003, dois homens armados entram no convento, subiram nos quartos ocupados por 17 frades e durante mais de meia hora ameaçaram de morte os religiosos. Na ocasião, os invasores levaram um celular e cerca de R$ 500 em dinheiro. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos.

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2006 | 19h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.