Ladrões fazem reféns em loja e matam PM em Limeira

Criminosos fizeram reféns o proprietário da loja e cerca de 40 funcionários da De Carvalho Jóias, em Limeira, às 18 horas desta segunda-feira. A polícia acredita que o bando tinha até sete criminosos. Um policial militar, que foi para o local atendendo à ocorrência de tentativa de assalto, foi morto durante troca de tiros com os bandidos.Cinco pessoas foram liberadas da empresa por volta das 22 horas desta segunda-feira, entre elas uma grávida que foi levada para o hospital municipal. Entre 23h30 e meia-noite, mais quatro funcionários foram soltos. Todos estão prestando depoimento no plantão policial. As Polícias Militar e Civil e a Guarda Municipal cercaram o prédio e ruas vizinhas foram isoladas. Curiosos e até mesmo parentes dos reféns estavam sendo impedidos de se aproximar. Segundo testemunhas, os criminosos estavam usando uniformes da Polícia Federal e portavam fuzis e granadas. Eles exigiam ouro, jóias e dinheiro.A negociação com a polícia estava sendo feita por celular. A quadrilha foi atendida quando pediu a retirada do helicóptero da PM da área, a presença de um advogado e refrigerante gelado. Um dos bandidos é cliente do advogado. Por volta das 23h mais um advogado entrou na empresa.Segundo o delegado seccional de Limeira, Aparecido Capello, que participou das negociações, é provável que os criminosos sejam da região já que conhecem a cidade e o funcionamento d a empresa e sabiam como localizar o advogado. ?Eles já incorreram em crimes como seqüestro, cárcere privado e latrocínio?, afirmou.O delegado seccional de Limeira, Aparecido Capello, acredita que os criminosos se entreguem de dois em dois. Perto das 22h30 os policiais receberam o reforço da polícia especializa Gate. Policiais mantém o cerco no local.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2006 | 00h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.