Ladrões fazem-se passar por fiscais da dengue

Uma dona de casa e seu filho foram amordaçados e trancados nesta sexta, 2, num quarto de sua casa, na Vila Paraíso, zona oeste da cidade. Enquanto isso, ladrões, armados de revólver, levaram um aparelho de som, dois celulares, um videogame, uma câmera digital, um aparelho de DVD e uma bicicleta. Para conseguir entrar na casa os dois homens tocaram a campainha e disseram que eram agentes da fiscalização de criadouros do mosquito da dengue. O golpe deu certo porque Bauru vive uma epidemia da doença e são freqüentes as inspeções da vigilância sanitária.A mulher pediu que seu nome não fosse divulgado. O filho, Gustavo Lambertini Rineri, de 18 anos, disse acreditar que os ladrões tinham informações de quem conhecia o interior da casa, pois foram direto aos cômodos onde estavam os eletroeletrônicos de maior valor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.