Fábio Motta/AE - 12/06/08
Fábio Motta/AE - 12/06/08

Ladrões furtam lanchonete no morro do Pão de Açúcar sem usar o bondinho

Sistema de transporte já havia sido desativado na hora do crime; criminoso pode ter escalado local

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2011 | 19h35

RIO - Uma lanchonete que funciona no alto do morro Pão de Açúcar, na zona sul do Rio, a 396 metros de altura, constatou nesta segunda-feira, 31, o furto de R$ 46 mil, retirados de dois cofres do estabelecimento.

A polícia tenta descobrir como o ladrão chegou ao local, já que, a princípio, o crime ocorreu quando o trânsito dos bondinhos já havia sido interrompido. Uma hipótese é que a pessoa tenha escalado o morro.

Segundo a Polícia Civil, o dono da lanchonete afirmou que usaria o dinheiro hoje, para pagar fornecedores. O estabelecimento tem câmera, mas ela não registrou o furto. No domingo à noite, antes do fim do expediente, um pico de eletricidade teria desligado o equipamento.

O último bonde com turistas desceu do morro depois das 21h. Dez minutos depois, outro bonde subiu vazio para recolher funcionários da lanchonete. Nesse momento, segundo empregados do estabelecimento, os cofres estavam intactos.

Quando os primeiros funcionários chegaram ao local, nesta segunda, encontraram um cofre arrombado e outro aberto. A chave do segundo era guardada no interior do primeiro. Por enquanto a polícia não tem suspeitos pelo crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.