Ladrões levam dois caixas eletrônicos de shopping em SP

Os ladrões chegaram em duas Kombis.Eram quase 21 horas de ontem e os seguranças do shoppingEldorado, zona sul de São Paulo, pensaram que se tratava de umgrupo de clientes que iria para o cinema ou para a praça dealimentação. A movimentação nos andares era grande. Os oito homens, assim que desceram dos veículos,apontaram pistolas, fuzis e metralhadoras para dois segurançasencarregados da vigilância no subsolo do prédio e avisaram queera um assalto. Enquanto isso, outros quatro ladrões, já dentro doshopping, dominavam dois seguranças que estavam ao lado doscaixas. Eles haviam sido atraídos por uma mulher, também dogrupo, que pedira proteção para efetuar uma "transferência". Os ladrões usaram a entrada da Rua Ofélia, no JardimPaulistano, para chegar ao shopping. Disseram aos seguranças quenão se preocupassem porque o objetivo era levar os dois caixaseletrônicos do Banco do Brasil. Um dos seguranças explicou queos caixas eram pesados - cerca de 500 quilos cada - e estavamchumbados. Os ladrões disseram para ele não se preocupar porqueos vigilantes os carregariam. Os quatro seguranças arrastaram os caixas até as Kombise, enquanto dois dos assaltantes vigiavam a entrada da garagem,os demais e os vigilantes colocavam os caixas nos veículos. Nafuga, os ladrões ameaçaram voltar e matar os seguranças, caso apolícia fosse chamada. O Centro de Operações da Polícia Militar(Copom) acionou militares da 3.ª Companhia do 23.º Batalhão queprocuraram pelos ladrões nas proximidades das Marginais doPinheiros e do Tietê e nas favelas do Jaguaré. Não conseguiramnenhuma informação. O roubo foi registrado no 15.º DP.RotinaNo fim da tarde de hoje, o Banco do Brasilinformou que havia, no total, R$ 100 mil nos dois caixas. Emcomunicado, o Eldorado informou que os seguranças, obedecendo àsdeterminações da administração, não reagiram porque oestabelecimento estava em funcionamento. Os visitantes, segundoinformações da administração, "nem perceberam o incidente e nãosofreram danos físicos ou materiais."

Agencia Estado,

04 de novembro de 2002 | 20h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.