Ladrões morrem em tiroteio com a Polícia Militar no Rio

Dois ladrões de carro foram mortos, às 20 horas desta quarta-feira, durante troca de tiros com policiais militares do 16º Batalhão, de Olaria, numa das ruas de acesso à Favela Furquim Mendes, em Parada de Lucas, região do Irajá, na zona norte do Rio. A dupla, que não portava documentos, ocupava uma picape S-10 que havia sido roubada minutos antes de Cláudio Roberto Costa da Silva, de 37 anos. O dono da picape, a esposa e a filha do casal, uma menina de 10 anos, viveram segundos de pavor. O pai, em depoimento no 38º Distrito Policial, de Irajá, disse que um dos bandidos encostou o revólver na cabeça da filha e ameaçou atirar. Ao perceberem a picape deixando o local do crime em alta velocidade, os policiais começaram a perseguição, que se estendeu por dez quilômetros, até os criminosos baterem a S-10 contra um poste. No confronto, dois bandidos foram baleados e morreram quando eram atendidos no Hospital Getúlio Vargas. Outros dois assaltantes, que ocupavam outro veículo, com o qual o quarteto abordou a família, conseguiram escapar.

Agencia Estado,

15 Fevereiro 2007 | 04h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.