Ladrões roubam cabelo durante assalto a ônibus no Rio

Uma vendedora de 22 anos teve o cabelo roubado durante um assalto a um ônibus, na noite de terça-feira, 16, na zona norte do Rio de Janeiro. Mirna Marchetti contou que os assaltantes também levaram sua bolsa e celular."Eles (os ladrões) subiram no mesmo ponto que eu e sentaram atrás de mim, mas não desconfiei de nada. Um pouco depois senti uma pessoa puxar o meu cabelo. A minha amiga que estava comigo ainda tentou me ajudar, mas eles cortaram meu cabelo bem no alto", relatou a vítima.O cabelo de Mirna era liso e na altura da cintura. "Era um cabelo bem tratado, não tinha marca. Muito bonito mesmo", afirmou Renata, prima da vendedora.Segundo Rosângela Castro, dona de um salão de beleza em Botafogo, "dependendo da qualidade do cabelo e do tamanho tem salão que paga mais de quinhentos reais para fazer apliques".Mirna ainda está muito assustada com o que aconteceu. "Tenho medo de encontrar essas pessoas de novo. Não sei se eles sabem onde eu trabalho (...) não dá para trabalhar assim", disse ela. O caso foi registrado na delegacia da Penha."Esse negócio de roubo de cabelo deixou de ser uma lenda urbana. É uma nova modalidade de crime mesmo (...) Pelo relato, o objetivo era mesmo o roubo do cabelo", observou Valéria Castro, delegada-auxiliar.

Agencia Estado,

17 de janeiro de 2007 | 15h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.