LAN e TAM consideram decisão chilena como 'complexa'

As companhias aéreas LAN e TAM disseram nesta quarta-feira que a decisão chilena que aprovou a fusão das duas empresas sob 11 condicionantes é complexa e que precisarão de tempo para estudar seus efeitos.

REUTERS

21 Setembro 2011 | 14h36

Mais cedo, o Tribunal de Defesa da Livre Concorrência (TDLC) do Chile aprovou a fusão da LAN com a TAM, mas impôs uma série de condições, como a renúncia de certas frequências e alianças globais, para atenuar possíveis efeitos de concentração.

"A resolução (...) é complexa e considera uma série de medidas de mitigação. Por isso, as duas companhias analisam a fundo o impacto das medidas impostas pelo tribunal", afirmaram as duas companhias aéreas em comunicado conjunto.

(Por Antonio de la Jara)

Mais conteúdo sobre:
AEREAS TAM LAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.