Laudo aponta falha no sistema de trava em brinquedo de parque no Rio

Uma mulher de 61 anos morreu em junho deste ano após de cair de montanha-russa no Parque Terra Encantada, na Tijuca

Priscila Trindade, estadão.com.br

10 de agosto de 2010 | 18h49

SÃO PAULO - O laudo sobre a investigação da morte da ajudante de cozinha Heydiara Ribeiro, de 61 anos, no Parque Terra Encantada, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, aponta que houve falha no sistema de trava da montanha-russa. A vítima morreu após cair do brinquedo no dia 19 de junho.

 

De acordo com o delegado Rafael Willis, titular da 16ª Delegacia de Policia, na Barra da Tijuca, a polícia reforça o indiciamento por homicídio culposo do diretor operacional e do engenheiro responsável pelo parque temático. O laudo foi anexado ao inquérito e enviado ao Ministério Público do Rio na semana passada.

 

Em 2005, um homem de 28 anos caiu de uma montanha-russa e teve traumatismo craniano. Três anos depois, bombeiros interditaram o local por má conservação dos equipamentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.