Laudo do IC sobre acidente isenta Igreja, diz defesa

O advogado da Igreja Renascer em Cristo, Luiz Flávio D?Urso, disse que o laudo "isenta a Igreja e seus representantes de responsabilidade. "O fator preponderante foi a ausência do reforço metálico na tesoura T14", assinalou. "Não vejo liame de causalidade entre isso e a Igreja. Se nem o IPT se atentou para a falta do reforço, muito menos a Renascer."Em nota, o IPT informou que desde 2000 "não teve mais acesso à estrutura do telhado". E, em seu relatório técnico, recomendou que a segurança da estrutura deveria ser verificada ao longo do tempo.A Secretaria de Controle Urbano, encarregada da fiscalização no Município, informou por meio de sua Assessoria de Imprensa que "vai esperar a divulgação oficial do laudo para então poder se pronunciar corretamente".Os bombeiros informaram que não teriam como se manifestar porque o expediente da Assessoria de Imprensa se encerrava às 18 horas. A Etersul não retornou a ligação da reportagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.