Laudos confirmam morte de senhora por maus-tratos

Os laudos do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML) confirmaram que Luciana Aparecida Vieira Pinto, de 92 anos, morreu por causa das agressões que sofreu de sua acompanhante, Fátima Antonio. A anciã morreu dois dias depois de ser hospitalizada, em São José do Rio Preto.De acordo com o laudo do IC, a idosa foi agredida seis vezes por Fátima e faleceu vítima de traumatismo craniano. Já o relatório do IML apontou que a senhora possuía diversos hematomas pelo corpo, além de hemorragia cerebral. As provas foram anexadas ao inquérito.A acompanhante está presa na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de São José do Rio Preto, onde deverá permanecer até a conclusão do inquérito. Ela foi indiciada por homicídio doloso duplamente qualificado. As informações são do Bom Dia SP, da TV Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.