Lavrador rouba dízimo de Igreja Universal

O plantão da Delegacia de Polícia de Penápolis, na região de Araçatuba, registrou neste domingo um caso incomum. O lavrador Márcio da Silva, 26 anos, está preso na cadeia da cidade sob a acusação de tentar subtrair dinheiro doado por fiéis à Igreja Universal do Reino de Deus. A tentativa de furto teria ocorrido em pleno culto, por volta de 10h da manhã de hoje. Segundo informações da delegacia, o lavrador foi detido pelos próprios fiéis, que chamaram a polícia. A queixa contra Silva foi formalizada pelo pastor Wagner dos Santos. O delegado plantonista César Afonso Robles autuou Silva em flagrante, sem direito a fiança. As testemunhas Edvaldo Marinho da Silva e Waldemar Rodrigues Luiz, seguidores da igreja, confirmaram a acusação. Eles relataram que, durante a parte do culto dedicada à entrega do dízimo, Silva se dirigiu até o altar, como se também fosse fazer uma doação, mas, em vez de deixar dinheiro lá, apanhou um envelope com doação feita por outro fiel. O valor não foi divulgado.Em seu depoimento ao delegado, Silva negou a acusação e disse que também é fiel, inclusive batizado, da igreja, cujo templo fica no centro da cidade. Apesar de suas alegações, o lavrador permaneceu preso e só será libertado para responder pelo crime em liberdade se conseguir advogado que convença um juiz a relaxar a prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.