AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Lei das Piscininhas causa polêmica em SP

O vereador Adriano Diogo (PT) irritou-se com debate sobre a Lei das Piscininhas promovido pelo Instituto de Engenharia (IE) e abandonou a sala antes do término do simpósio. ?Não acredito que ouvi isso?, disse, após um dos membros da instituição argumentar que a Prefeitura não teria condições de fiscalizar o projeto. Nervoso, bateu a porta do carro e cruzou o estacionamento pela contramão, saindo pela entrada. A Lei das Piscininhas, cujo projeto é de Diogo, foi promulgada no início do ano e obriga construções que tenham um terreno acima de 500 metros quadrados de área impermeável a construirem um reservatório para contenção de água. De acordo com Luiz Célio Bottura, organizador do debate, a intenção do simpósio era tentar um diálogo com a Prefeitura para mudar o projeto. O clima do encontro, porém, não foi dos melhores. Segundo o engenheiro Issac Moysés Zimelman, o principais problemas da lei são decorrentes da falta de um debate prévio com a comunidade técnica. Diogo, no entanto, rebateu que a lei demorou cinco anos para ser aprovada e foi submetida a três audiências públicas. ?O próprio Departamento de Águas de Energia Elétrica aprovou o projeto?, afirmou. Outra crítica feita por Zimelman, é de que o sistema proposto não é funcional. Segundo ele, há possibilidade de que o armazenamento da água acabe tendo efeito inverso. ?Não dá para dizer que o momento mais propício para derramar seja mesmo uma hora após o início da chuva.? Para o vereador, porém, a crítica é absurda. ?O sistema de escoamento é igual ao piscinão, que funciona muito bem.? Assim, críticas e resposta sucederam-se até Diogo desistir do diálogo. Outra polêmica envolvendo o projeto das pechinchas é sobre a sua autoria intelectual. Diogo propôs a lei depois de ouvir uma exposição do matemático Elair Antônio Padim. O arquiteto Pedro Paulo Copeinski, no entanto, reivindica para si as glórias da invenção. Ambos estão com o pedido de patente sob análise. O de Copeinski foi feito uma semana antes ao de Padim.

Agencia Estado,

29 de maio de 2002 | 02h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.