Lei Seca no Rio reduz em 21% vítimas de acidentes no trânsito

Operação lançada em março de 2009 aplicou mais de 33 mil multas e 171 mil abordagens até o último dia 7

Agência Brasil,

08 de março de 2010 | 16h06

O Estado do Rio de Janeiro teve, em fevereiro deste ano, menos 362 vítimas de acidentes de trânsito em relação ao mesmo período do ano passado. No mês passado, 1.302 pessoas envolveram-se em acidentes no mês passado contra 1.664 em fevereiro de 2009, segundo dados do Grupamento de Socorro de Emergência do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.

 

De acordo com o governo do Estado, a queda de 21,8% é atribuída à Operação Lei Seca, que visa a combater a mistura de álcool e direção, por meio de fiscalizações nas ruas.

 

A operação foi lançada em março do ano passado, depois da aprovação da Lei Federal 11.705 de 2008, que reduziu o limite de bebida alcoólica que pode ser ingerido pelo motorista. Segundo o governo do Rio, desde março, a operação evitou que 4.535 pessoas fossem vítimas de acidentes de trânsito.

 

Desde o início da Operação Lei Seca até o último dia 7, mais de 171 mil motoristas foram abordados nas operações de fiscalização, que consistem na realização de testes com bafômetro para medir a quantidade de álcool no sangue. Mais de 33 mil pessoas foram multadas e 10.300 veículos, rebocados.

Tudo o que sabemos sobre:
RioLei Secatrânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.