Lembo diz que ataques do PCC não vão se repetir

O governador de São Paulo, Cláudio Lembo, disse nesta quinta-feira, 5, em Sorocaba, no interior de São Paulo, que os ataques comandados pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) não irão se repetir, pelo menos com a mesma intensidade. "Pode até ocorrer alguma coisa, mas nada que se compare àqueles ataques do início do ano." Ele disse que as forças de segurança do governo estão atuando para evitar que voltem a ocorrer ondas de atentados como as que vitimaram policiais em janeiro e maio deste ano. Lembo considera que a situação, dentro dos presídios, também está sob controle. "Estamos com toda a segurança para garantir a ordem e a disciplina." O govenador participou das comemorações do aniversário da Revolução Liberal de 1842, liderada pelo brigadeiro Raphael Tobias de Aguiar, que se tornou patrono da Polícia Militar. Na solenidade, na sede do Comando de Policiamento Militar de Área (CPAI-7), recebeu uma condecoração. Ele defendeu o trabalho da PM como "instrumento de defesa da sociedade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.