Levantamento aponta queda de acidentes nas rodovias de SP

O número de acidentes em 2006 diminuiu 11% nas principais rodovias paulistas, em relação a 2005. Segundo levantamento divulgado nesta quinta-feira, 1º, pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o número de mortes caiu 1% e de feridos 4%, no mesmo período. Também foram registrados 26.036 acidentes com 13.890 vítimas feridas e 678 fatais. Para a Artesp, a queda no número de acidentes é resultado do aumento da segurança na malha rodoviária, por meio do chamado Plano de Redução de Acidentes (PRA), como construção de passarelas, recapeamentos, os atendimentos médico e mecânico, além das campanhas de orientação. O levantamento também divulgou dados curiosos, como o fato de o choque contra objetos estáticos ser o tipo de acidente mais freqüente e o fato de a maioria deles, 26%, acontecer no período das 16 às 20 horas, em boas condições climáticas. Em 2005, era registrado um acidente a cada 18,4 minutos. Com a redução das ocorrências, em 2006, esse tempo se estendeu para 20,2 minutos. Isso representa 71,3 acidentes por dia, no ano passado, enquanto que, em 2005, ocorreram, diariamente, 78,1. Os acidentes envolvendo automóveis, ônibus e caminhões caíram significativamente. Já os relacionados a motos e bicicletas continuam aumentando desde 2000.

Agencia Estado,

01 Fevereiro 2007 | 18h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.