Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Liberada mulher de suposto assassino de portugueses

A cearense Maria Leandro Cavalcante, de 23 anos, mulher do português radicado no Brasil, Luís Miguel Militão Guerreiro - suspeito de ser o mentor intelectual do assassinato dos seis empresários portugueses - já voltou para casa dos pais, em Fortaleza. Ela havia sido presa quinta à noite, no Maranhão, em companhia do marido. Suspeita de colaborar com o assassinato dos seis empresários portugueses, ela foi liberada hoje pela polícia cearense por ter se sentido mal durante a noite. Maria diz estar grávida de três meses, apesar de a gravidez ainda não ter sido clinicamente confirmada. Ela afirma que o marido teria sido obrigado a fugir para o Maranhão porque estava sendo ameaçado de morte. Hoje de manhã, a polícia descobriu mais uma vala localizada ao lado da barraca Vela Latina, na Praia do Futuro, onde os corpos foram enterrados. Nela, estavam as bagagens dos portugueses, aparelhos celulares e porretes que teriam sido usados nas execuções. R$ 10 para cavar valaA polícia descobriu o buraco ao prender, hoje de manhã, o segurança Raimundo Martins da Silva, que disse ter recebido R$ 2.000,00 de Luís Miguel. Também foi preso hoje Antônio Francisco da Costa, que teria cavado a vala onde os portugueses foram enterrados um dia antes do crime. Ele alega ter feito o serviço sem saber para quê e diz que teria recebido R$ 10,00 como pagamento.Em entrevista concedida hoje de manhã na sede da Superintendência da Polícia Federal do Ceará, os seguranças Leonardo Sousa dos Santos e José Jurandir Pereira Ferreira afirmaram que a chacina dos empresários havia sido premeditada cerca de 30 dias antes. Apesar da versão dos seguranças e da riqueza de detalhes, Luís Miguel não confirmou a história contada por eles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.