Liberdade do preso indultado dura bem pouco

O bandido Wilson dos Santos Rodrigues, de 25 anos, recebeu o indulto de Páscoa e deixou a Penitenciária de Franco da Rocha na manhã de quinta-feira por bom comportamento, para passar o feriado com a família. À noite, em vez de aproveitar o pouco tempo com os parentes, Rodrigues voltou ao crime.Invadiu uma casa na zona leste de São Paulo, e ameaçou atear fogo à filha de um serralheiro se o dono da casa, o bancário E.S., de 42 anos, não lhe revelasse onde estava ?o cofre?. O serralheiro estava no local apenas para receber o pagamento por um serviço. Era o seu segundo assalto em menos de duas horas.Pouco antes, Rodrigues e um parceiro já tinham invadido o consultório do dentista F.S.Z.A., de 31 anos. Seu pai, I.S.Z.A., de 65 anos, que também estava no local, chegou a brigar com o comparsa de Rodrigues, mas foi vencido. A dupla roubou R$ 65 e fugiu a pé. Na casa do bancário, porém, Rodrigues não teve tanta sorte. Avisados pelos vizinhos, dez policiais entraram na residência e esperaram a melhor hora para agir. Rodrigues, que estava desarmado, se rendeu e foi mandado de volta para a cadeia.Ele havia cumprido 2/3 de sua pena ? estava condenado a nove anos e detido há seis ?, e logo poderia conquistar a liberdade condicional. Agora, a pena deve dobrar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.