Libertada estudante sequestrada na região de Campinas

Policiais da Delegacia Anti-Sequestro de Campinas e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Americana libertaram, durante a madrugada, a estudante Fabiana Mantelato, de 23 anos. Ela foi sequestrada no dia 28 de dezembro do ano passado, em Piracicaba, e estava presa num cativeiro, no município de Americana, na região de Campinas. Zaqueu Ferreira da Silva, um dos integrantes da quadrilha que sequestrou a estudante, foi preso pela polícia. Na noite do sequestro, Fabiana Mantelato foi levada juntamente com a mãe e um amigo, libertados em seguida pelos bandidos. O diretor do Departamento de Polícia de Campinas, delegado Eduardo Alande, concedeu entrevista coletiva à imprensa esta tarde ao lado do secretário estadual de Segurança Pública de São Paulo, Marco Vinicio Petrelluzzi. Ele informou que a polícia recebeu uma informação de que a estudante poderia ter sido sequestrada por engano e que a jovem corria risco de morte se o pagamento do resgate não fosse efetuado. Zaqueu Ferreira da Silva, que possui outras passagens pela polícia, é morador de Campinas. O delegado disse ainda que, com a prisão de Zaqueu, foi possível esclarecer outros dois sequestros nos quais ele também estava envolvido. Um deles aconteceu em Indaiatuba e o outro em Monte Mor, cidades situadas no interior de São Paulo. O chefe do Departamento de Polícia de Campinas não descartou a possibilidade de Zaqueu ter ligações com a quadrilha de "Andinho", acusado de ser o responsável pelo sequestro e morte da dona de casa de Campinas Rosana Melotti. Balanço - Em três meses de existência, a Delegacia Anti-Sequestro de Campinas solucionou 13 dos 16 casos de sequestro que ocorreram nesse período. Com isso, 26 bandidos já foram presos. Um sequestro na região de Campinas continua em andamento e três ainda não foram esclarecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.