Libertado trio detido nas imediações do Cadeião de Pinheiros

Três homens foram detidos na manhã deste domingo nas proximidades do Cadeião de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, eles estavam num ponto de ônibus na Avenida Nações Unidas, na altura do número 1525, e despertaram a atenção de policiais que estavam na área. Como não apanhavam nenhum ônibus que passava pelo local e falavam ao celular, os rapazes acabaram sendo abordados. Os três informaram que estavam esperando a chegada de pessoas que viriam de Santos para visitar presos no Cadeião de Pinheiros, mas não disseram quem seriam elas.Outro fato que causou estranheza foram dois veículos de propriedade do trio - uma Parati, com chapas de São Vicente e um Gol, com placas de Santos - estavam estacionados nas proximidades. Os automóveis também não estavam no nome de nenhum dos três. Os policiais revistaram os carros, mas nenhum objeto que poderia ser utilizado numa possível tentativa de resgate ou ataque contra agentes penitenciários foram localizados.Douglas Nascimento Andrade, de 24 anos, Ricardo Andrade de Sousa, de 30 anos, e João Pedro Silva Filho, de idade não identificada, chegaram a ser levados para averiguação no 91.º Distrito Policial do Ceasa, onde a ocorrência foi registrada. Após a verificação dos antecedentes criminais, o trio acabou sendo liberado. Inicialmente, chegou-se a divulgar que eles poderiam estar filmando ou fotografando chapas de automóveis pertencentes a agentes penitenciários que trabalham no Cadeião de Pinheiros para futuros ataques. No entanto, essa informação não foi confirmada pela assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.