Licitação para dois presídios de segurança máxima sai neste ano

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, informou que ainda neste ano serão realizados os processos licitatórios para a construção de dois presídios federais de segurança máxima, um no Mato Grosso do Sul e outro no Paraná. O ministro deu a declaração no Congresso Nacional, depois de se reunir com o presidente do Senado, José Sarney, e com seis ministros da Justiça da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa. Segundo Bastos, acordos de cooperação jurídica com os oito países estão sendo negociados durante a 9ª Conferência de Países de Língua Oficial Portuguesa, que termina hoje em Brasília. O ministro explicou que esse tratados vão representar avanço em matéria de troca de prisioneiros e de informações sobre crimes transnacionais, como lavagem de dinheiro. Questionado por jornalistas sobre a liberação de R$ 40 milhões para o governo do Estado do Rio de Janeiro investir em segurança pública, Thomaz Bastos voltou a dizer que tem "o máximo de boa vontade em relação ao caso", mas que o repasse das verbas ainda não foi feito porque o Estado continua inadimplente com a União e não entregou alguns documentos necessários. "Assim que o Estado do Rio resolver os problemas que são dele, o dinheiro será liberado", garantiu. AS informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.