Líder comunitário é morto a tiros na região central do Rio

O líder comunitário e ex-presidente da Associação dos Moradores de Cidade Nova, bairro localizado na região centro-norte da capital fluminense, foi morto a tiros no início da madrugada desta quarta-feira na presença da família. Por volta da 0h30, Ronaldo Alexandre Camelo, de 31 anos, atravessava a Rua Tomás Rabelo, no Estácio, em frente a sua casa, para comprar bebidas em um estabelecimento comercial, quando foi abordado por dois homens que ocupavam uma moto. Vários tiros de metralhadora foram disparados pelos assassinos, que fugiram com a cobertura de um veículo de passeio. Ronaldo morreu no local. Segundo a família da vítima, o rapaz saiu da presidência da Associação havia um mês, mas ainda atuava como líder da comunidade, defendendo os interesses dos moradores. O caso foi registrado na 6ª Delegacia de Polícia, de Cidade Nova. Ainda não há informações sobre os assassinos.

Agencia Estado,

28 Fevereiro 2007 | 05h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.