Líder comunitário é morto a tiros no sul do Amazonas

Nardeli Gomes também era produtor rural; morte teria sido causada por dívida trabalhista

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de dezembro de 2011 | 02h17

SÃO PAULO - O produtor rural e líder comunitário de Santo Antonio do Matupi, distrito pertencente à cidade de Manicoré, no sul do Amazonas, Nardeli Belmiro Gomes, foi morto, com um tiro no pescoço, na quarta-feira, 30, em um restaurante no município de Humaitá, também no sul amazonense.

 

O principal suspeito pelo crime é Paulo Sérgio Teixeira Fidelis que, de acordo com o depoimento de testemunhas, chegou ao local em uma moto e atirou contra a vítima. O crime teria sido motivado por uma dívida trabalhista no valor de R$ 90 mil. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, as investigações do assassinato serão realizadas pela 4ª Companhia Independente da PM, em Humaitá, em conjunto com a Polícia Civil.

 

O comandante-geral da PM, coronel George Catete, afirmou que as apurações iniciais apontam para crime por motivos passionais, sem qualquer relação com os conflitos ambientais comuns na região de Santo Antônio, como a exploração ilegal de madeira e minérios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.