Líder do PCC é transferido de presídio

Com uma escolta de 10 veículos dapolícia, um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando daCapital, Marcos Willians Herbas Camacho, o "Marcola", foitransferido ontem da penitenciária de Avaré para aPenitenciária de Presidente Bernardes, de segurança máxima, nointerior de São Paulo. Ele chegou às 23h10. Marcola é acusado deter sido o mandante da morte do juiz corregedor Antônio JoséMachado Dias, em 14 de março, na cidade de Presidente Prudente. Da prisão de Avaré, segundo a polícia, Marcolacontinuava comandando a facção criminosa, ordenando assassinatose outros delitos. A transferência para Presidente Bernardes,onde o regime é rígido e o isolamento quase absoluto, é paraevitar contatos do líder com outros criminosos.De acordo com o regime do presídio que por 29 dias abrigou otraficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, Marcolapassa os dez primeiros dias completamente isolado, sem banho de sol. Em Presidente Bernardes já estão José Márcio Felício, o"Geleião", e César Augusto Roriz, o "Cesinha", tambémlíderes do PCC. A Secretaria de Estado da AdministraçãoPenitenciária garante que não há a possibilidades dessescriminosos estabelecerem contato entre si.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.