Líder do PCC é transferido mais uma vez

O líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Willians Herbas Camacho, conhecido como Marcola, foi transferido hoje da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, no Rio Grande do Sul, para a penitenciária da Araraquara (SP). A operação teve um esquema especial de escolta policial.Em sua segunda passagem pelo Rio Grande do Sul, Marcola, que está condenado a 22 anos de detenção por assaltos a bancos e carros-fortes, permaneceu 53 dias no Estado, 13 dias a mais do que a previsão inicial. Em fevereiro de 2001, ele já havia ficado 18 dias na Penitenciária Modulada de Ijuí, de onde foi transferido para a penitenciária da Papuda, no Distrito Federal. Antes de voltar ao Sul, no início deste ano, Marcola permaneceu um mês no presídio de Aparecida de Goiânia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.