Líder do PCC será transferido do RS

A Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Rio Grande do Sul confirmou hoje que o preso Marcos Camacho deixará o Estado no final de semana. Os detalhes da operação não foram informados. Camacho, que é conhecido pelo apelido de Marcola, é um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC), organização que promoveu rebeliões em 25 presídios no dia 18 de fevereiro.Camacho é o único líder do PCC que foi transferido para fora de São Paulo. Ele foi levado para a Penitenciária Modulada de Ijuí, a 420 quilômetros de Porto Alegre, no dia 16 de fevereiro. A transferência do preso tinha sido determinada, no dia 22 de fevereiro, pelo juiz da 1ª Vara de Execuções Criminais de Ijuí, Laércio Sulczinski.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.