AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Líderes do PCC são transferidos para Presidente Bernardes

A Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo, com apoio logístico da Secretaria de Segurança Pública, promoveu a transferência de dez presos do Primeiro Comando da Capital (PCC) para o presídio de segurança máxima de Presidente Bernardes, que possui bloqueador de celular. Numa operação que, entre São Paulo e Prudente, envolveu cerca de cem policiais, a viagem ocorreu em vôo fretado.Os dez presos foram acompanhados no avião por 20 policiais, alguns deles com coletes da Divisão Anti-Seqüestro (DAS). Do aeroporto de Prudente, onde chegaram às 9h10, foram levados a Presidente Bernardes num caminhão furgão de transporte de presos. No trecho de 26 quilômetros, a escolta envolveu aproximadamente 50 policiais civis e militares. Um dos líderes do PCC, José Márcio Felício, o Geleião, está entre os transferidos.A previsão inicial era de transferência de 15 presos, mas cinco permaneceram em São Paulo para prestar depoimentos em várias investigações.O presídio com segurança máxima de Bernardes tem 160 celas individuais. Inaugurado em fevereiro, tem cerca de 60 presos. A maioria das transferências ocorre de dois a dois presos e até individualmente, como ocorreu com o seqüestrador Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.