Líderes nas pesquisas são os mais criticados no RS

Os candidatos Germano Rigotto (PMDB) e Olívio Dutra (PT) foram os mais criticados pelos outros seis concorrentes ao governo do Rio Grande do Sul que foram ao debate da RBS TV na terça-feira. Yeda Crusius, do PSDB, que luta por uma vaga no segundo turno, aproveitou uma pergunta sobre desenvolvimento para dizer que tanto Olívio, que governou o Estado de 1999 a 2002, quanto Rigotto, governador desde 2003, não enfrentaram o déficit financeiro do Rio Grande do Sul. Em suas intervenções seguintes, Rigotto e Olívio, que ocupam os dois primeiros lugares nas pesquisas, lembraram que o Estado é deficitário há cerca de 30 anos. Alceu Collares (PDT) também atacou o atual e o ex-governador por não estarem, segundo ele, se envolvendo em temas nacionais como o lucro do sistema financeiro.Também participaram do debate os candidatos Francisco Turra (PP), Beto Grill (PSB), Roberto Robaina (PSOL) e Edison Pereira (PV). Guilherme Giordano (PCO) e Pedro Couto (PSDC) não foram convidados porque seus partidos não têm representação na Câmara Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.