Liga diz que viverá bem sem a escola corintiana

O presidente da Liga das Escolas de Samba de São Paulo, Alexandre Marcelino Ferreira, afirmou hoje ser contra a instalação de uma CPI do Carnaval e disse lamentar a saída de qualquer agremiação da Liga. Mas acrescentou que a entidade vai viver muito bem sem a Gaviões da Fiel. "Depois, se eles quiserem voltar, vão ter que entrar pelo Grupo 4 da Uesp (União das Escolas de Samba de São Paulo) e passar por todos os módulos", alertou.Ele lembrou que os jurados que rebaixaram a Gaviões este ano são os mesmos que deram dois títulos à escola no Grupo Especial e um no Grupo de Acesso. Apenas uma jurada estreou este ano na Liga, Adriana de Carvalho - no quesito Enredo, coincidentemente no qual a escola foi pior avaliada.Marcelino disse ainda que, a partir de sexta-feira, a Gaviões e as demais escolas terão acesso às fitas e justificativas das notas dadas pelos jurados. Ele disse que sua opinião pessoal coincide com a dos jurados. Para Marcelino, a Gaviões teve problemas na avenida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.