Linhas 2 e 3 terão ligação na Penha

Previsão é de que as intervenções estejam concluídas em 2014

Renato Machado, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2009 | 00h00

Após a conclusão do trecho até a futura Estação Vila Prudente, a Linha 2-Verde do Metrô vai continuar se expandindo para se interligar com a Linha 3-Vermelha e com a rede da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). No início deste ano, a diretoria de planejamento de expansão concluiu o projeto funcional, que definiu a Estação Penha como o ponto de encontro entre as linhas do Metrô. A previsão é de que todas as obras estejam concluídas em 2014.O projeto de ligar as duas linhas do Metrô existe há aproximadamente cinco anos, quando foi decidido que a expansão da Linha Verde não seguiria mais pelo sentido sudeste e sim para o norte. O projeto inicial mencionava que o encontro entre as linhas seria na estação Penha, mas o local foi usado somente como um marco referencial. Havia também a possibilidade de que a ligação acontecesse na Estação Tatuapé ou na Estação Carrão."Nós realizamos ensaios de rede e concluímos neste ano que a Estação Penha seria a melhor para fazer a ligação. Além do grande fluxo de pessoas, esse local fica mais no extremo e por isso será possível redistribuir melhor a quantidade de passageiros nas linhas", diz o diretor de Planejamento de Expansão do Metrô, Marcos Kassab. Ele cita como exemplo as pessoas que vão para a região da Avenida Paulista, no centro, que poderão a partir da Penha pegar a Linha Verde e seguir direto, sem precisar seguir até a Sé e realizar ainda outra baldeação na Estação Paraíso. A Linha Vermelha é considerada a mais carregada do mundo. O Metrô espera que, após a conclusão das obras, cerca de 12 mil passageiros por hora deixem de usar essa linha para seguir pela Linha Verde. Dessa forma, espera-se estabelecer um equilíbrio nas duas linhas, com um volume de 60 mil pessoas por hora nos momento de pico. O projeto também prevê que a expansão da Linha Verde cruze a Estação Penha e avance pelo centro do bairro até encontrar a Linha 12-Safira da CPTM. Será construída na região de Ticoatira, na zona leste, uma nova estação para interligar as duas redes."Os passageiros já vão estar na rede. A ideia é que eles sintam pouca diferença ao migrar do Metrô para a CPTM, pois essa interligação das linhas e das redes pode proporcionar um trajeto mais rápido", diz o prefeito Gilberto Kassab. O Metrô realizou algumas estimativas de tempo para quando as obras estiverem concluídas. Para ir da Vila Prudente para o Jabaquara - extremo sul da Linha Azul -, por exemplo, o trajeto de ida e volta que atualmente é feito em 100 minutos pode cair para 44. A licitação para o trecho entre as Estações Vila Prudente e Penha deve ser lançada ainda em 2010, após a conclusão do primeiro trecho da linha.INAUGURAÇÕESO trecho entre a Estação Alto do Ipiranga e a futura Estação Vila Prudente pode ficar pronto antes do previsto. Inicialmente, estava programado para o primeiro trimestre de 2010 as inaugurações das três estações da expansão da Linha Verde, mas a primeira delas - a Sacomã - deve ser entregue até dezembro. Após a conclusão dessa etapa da expansão, essa linha possuirá uma extensão de 15 quilômetros, sendo que a estrutura atual é de 10,7 km. O volume de pessoas que utilizam a linha também deve saltar de 405 mil para 850 mil por dia. No total, serão investidos aproximadamente R$ 2,1 bilhões.No dia 23, começarão a ser instaladas grandes vigas de sustentação de 100 toneladas cada uma nos cerca de 300 metros do trecho que será elevado, após a Estação Tamanduateí. O Metrô pela primeira vez vai usar o método de "balanços sucessivos" com vãos de 85 metros, o que dispensa intervenções no viário.A Estação Tamanduateí deverá futuramente receber passageiros vindos do ABC paulista, por meio de um veículo leve sobre trilhos (VLT). O projeto, com verba municipal, estadual e federal, prevê a construção de uma linha que deverá sair do centro de São Bernardo do Campo, passando pela Avenida Lauro Gomes, pelo bairro Rudge Ramos até chegar a São Caetano do Sul. Nessa cidade, percorrerá trecho em um tampão por sobre o Ribeirão dos Meninos, pela Avenida Guido Aliberti, até alcançar a linha D da CPTM - linha Luz-Rio Grande da Serra -, com consequente interligação com a Linha 2-Verde. O edital de licitação do projeto deve ser lançado nos próximos meses. FRASESMarcos KassabDiretor de Planejamento de Expansão do Metrô"Nós realizamos ensaios de rede e concluímos neste ano que a Estação Penha seria a melhor para fazer a ligação. Além do grande fluxo de pessoas, essa estação fica mais no extremo e por isso será possível redistribuir melhor a quantidade de passageiros nas linhas""Os usuários já vão estar na rede. A ideia é que eles sintam pouca diferença ao migrar do Metrô para a CPTM"

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.